Conteúdos

Áreas de psoríase

Como há vários tipos de psoríase, há muitas áreas do corpo que podem ser afetadas. Vamos explorar as diferentes áreas da cabeça aos pés.

Psoríase no couro cabeludo

Psoríase no couro cabeludo

O couro cabeludo é um local comum para a psoríase, já que entre 50-80% das pessoas com psoríase terão seu couro cabeludo afetado. Mas também é uma área especialmente delicada para tratar.

Tanto que às vezes é referida como uma "área de bastião".

"Delicado"? Não se preocupe. Existem tratamentos eficazes que podem agir sobre a inflamação e reduzir rapidamente a coceira.

Psoríase no couro cabeludo
Psoríase no rosto

Psoríase no rosto

Como afeta a parte mais visível de nosso corpo, a psoríase facial pode ser muito difícil de se conviver. Embora não seja muito comum e afete mais as crianças (especialmente nas pálpebras e lábios) do que os adultos (mais comum na testa, sobrancelhas e nariz), ela tem um impacto social e estético nos pacientes. Não precisa se preocupar. Existem soluções eficazes. Limpeza facial suave, hidratação, maquiagem... nós lhe contamos tudo.

Psoríase no rosto

Psoríase nas mãos e nos pés

Como afeta as palmas das mãos e/ou a sola dos pés, a psoríase palmo-plantar pode parecer menos restritiva na vida cotidiana. Mas ela esconde sua verdadeira natureza. As lesões localizadas nestas áreas são secas, inflamatórias e causam rachaduras. Isso dificulta as atividades manuais ou a caminhada. Novamente, há tratamentos eficazes. Com um pouco de paciência (porque a pele nestas áreas é mais espessa), higiene e tratamentos adequados, você consegue superar estes obstáculos. 

Psoríase nas mãos e nos pés

PSORÍASE NAS UNHAS

Quando lhe dizem que a psoríase pode afetar qualquer parte do corpo, aqui está uma parte inesperada: as unhas. E ainda assim, cerca de 80-90% dos pacientes desenvolverão uma doença nas unhas em sua vida útil que nada tem a ver com psoríase nas mãos. Um tratamento específico deve, portanto, ser colocado em prática.

Áreas de fricção

Existem áreas mais especificamente afetadas pela psoríase: aquelas expostas ao atrito (cotovelos, joelhos, região lombar etc.). Ao escolher as roupas certas e deixar seu tratamento funcionar, suas manchas logo serão uma lembrança distante.

DICA SIMPLES (E DE ESPECIALISTA)

Preste atenção ao fenômeno de Koebner

 
Como você sabe, é melhor não traumatizar a pele afetada pela psoríase. Há uma razão surpreendente para isso, conhecida como fenômeno de Koebner. Que é o aparecimento e desenvolvimento de novas lesões na pele saudável quando esta sofre traumas como fricção, arranhões, roupas justas, queimaduras solares... Por isso, temos um conselho: trate sua pele.
Psoríase: nas áreas intimistas também

Psoríase: nas áreas intimistas também

Nossas partes íntimas não estão imunes à psoríase. Um fenômeno tabu... mas frequente. Ela pode causar queimaduras e facilmente se confundir com uma infecção causada por fungos. Mais uma vez, fique tranquilo, os sintomas podem ser facilmente tratados, graças, em particular, aos cuidados apropriados e à higiene suave.

Psoríase das áreas íntimas
Psoríase: várias áreas afetadas ao mesmo tempo?

Psoríase: várias áreas afetadas ao mesmo tempo?

Resta uma pergunta: diferentes áreas podem ser afetadas pela psoríase ao mesmo tempo? Isso é possível porque a psoríase raramente ocorre isolada. Uma pessoa pode muito bem ter mais de uma forma de psoríase ao mesmo tempo, ou ter diferentes formas de psoríase em diferentes momentos.

Psoríase
NOSSAS RESPOSTAS ÀS SUAS PERGUNTAS

Psoríase: Para separar o verdadeiro do falso: é para isso que estamos aqui.

É verdade que os produtos domésticos podem ser irritantes. Se você tiver que lavar a louça ou limpar, use luvas de proteção revestidas de algodão (disponíveis nas farmácias) para evitar esfregar e suar durante as tarefas.

O simples ato de depilar pode de fato desencadear uma proliferação de manchas. A irritação pode levar ao fenômeno Koebner. Além disso, ceras quentes e frias fazem com que a pele passe por uma mudança de temperatura. E puxar os pelos é ainda mais agressivo. Portanto, é preferível raspar suavemente.

Não há uma única resposta. Enquanto alguns pacientes descrevem sua psoríase genital piorando com o uso do preservativo, outros explicam que o preservativo facilita as relações sexuais reduzindo o trauma de atrito.

av_xeracalm_balm_1_post_3282770114171_ld -2-

Nossos produtos de cuidados com a pele voltados para a psoríase da Eau Thermale Avène foram concebidos para ajudar você a se sentir melhor com sua pele

Eu adoro, não tenho mais vermelhidão, coceira ou alergias. Minha pele está macia. Descubra nossos produtos anticoceira
Voltar ao topo